Alguns passeios para conhecer Florianópolis - CFL Imóveis
Nenhum comentário

Alguns passeios para conhecer Florianópolis

Para celebrarmos juntos os 349 anos de Florianópolis.

No dia 23 de março é comemorado o aniversário de Florianópolis, uma das capitais mais visitadas do Brasil. A “Ilha da Magia” é repleta de passeios e paisagens naturais que encantam turistas brasileiros e de outros países.

 

• Ponte Hercílio Luz

Cartão postal de Florianópolis, a Ponte Hercílio Luz é um patrimônio histórico, artístico e arquitetônico da cidade, com tombamento em três níveis: municipal, estadual e federal. Aos sábados e domingos, o uso é exclusivo para pedestres, o que possibilita passeios tranquilos com a família e belos registros.

 

• Mercado Público Municipal

Valorizado como patrimônio artístico, histórico e arquitetônico de Florianópolis, o Mercado Público é um dos principais pontos turísticos da cidade. Além de apreciar a arquitetura e história do local, também é possível provar os petiscos e bebidas de boteco, que fazem do lugar o melhor happy hour da cidade.

 

• Vilarejos açorianos

Esse é um dos passeios preferidos de quem mora ou visita Florianópolis. Os lugares preservam a arquitetura com traços açorianos, um atrativo para quem gosta de história e cultura.

Santo Antônio de Lisboa: é um lugar artístico e bucólico, um dos primeiros povoados açorianos da ilha. Além do artesanato, o local é repleto de restaurantes típicos com vista para o mar.

Ribeirão da Ilha: é o maior pólo de cultivo de ostras da cidade e um centro gastronômico. A maioria dos restaurantes têm decks ou píers que avançam mar adentro.

 

• Morro da Cruz

O Morro da Cruz é um dos melhores pontos para se contemplar uma vista panorâmica de Florianópolis, permitindo uma visão privilegiada das duas baías, das pontes que ligam a ilha ao continente e dos bairros na região continental. De fácil acesso, com trajeto asfaltado até o topo, apesar de ser possível ir de bicicleta ou caminhando, o mais indicado é que se realize a subida com algum veículo.

 

• Praias

As praias do Norte são, no geral, mais calmas. Além disso, a água é mais quente do que as demais e são as mais urbanizadas, com uma estrutura mais completa. Ondas e um aspecto mais selvagem são características das praias do Leste da ilha. Já as praias do Sul, com exceção do Campeche, têm uma ocupação mais rústica, sem grande exploração imobiliária. As praias voltadas para o continente, em contrapartida, não costumam ser usadas para banho. A exceção é a Daniela, considerada uma praia do Norte.

 

• Costa da Lagoa

Para chegar até a Costa da Lagoa você tem duas opções: barco ou por uma trilha de uma hora. Você vai atravessar a Lagoa da Conceição até um povoado isolado. A vista é sensacional! Barcos de madeira levam até lá, onde você pode escolher um dos restaurantes locais com mesas nos decks.

Há dois pontos de embarque: no Parque Florestal Rio Vermelho, entre as praias da Barra da Lagoa e de Moçambique ou no centrinho da Lagoa da Conceição, ao pé da ponte. As embarcações saem de hora em hora nos dias de semana e de meia em meia hora no fim de semana.

 

• Fortalezas

Por ser uma ilha, Florianópolis conserva uma série de Fortalezas históricas que são abertas ao público. A Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim, próxima ao continente, possui a melhor estrutura para receber visitantes. É uma das principais paradas dos passeios de barco pirata que saem de Canasvieiras. A Fortaleza de Santo Antônio de Ratones tem seis edificações restauradas, duas ruínas e uma fonte. O acesso também é feito somente pelo mar. Já a Fortaleza de São José da Ponta Grossa é a única que oferece acesso por terra: fica no caminho de Jurerê à Praia do Forte. Lá, você pode visitar a Casa do Comandante, onde há uma exposição de fotos sobre o dia a dia da fortaleza quando estava em uso.

Comentários (0)