Valorização imobiliária em curva ascendente.

Muito se tem falado sobre o investimento imobiliário ser o melhor investimento de 2020. Os principais motivos são: o atual cenário econômico do país, a queda da taxa Selic e outros incentivos fornecidos pelo governo. 

Todas as condições favoráveis para aquisição de imóveis representam um maior poder de compra e valorização futura. Além disso, o investimento em imóveis sempre se mostrou seguro, uma vez que um apartamento ou uma casa localizados em um bom bairro tendem a se valorizar com o tempo. 

Para melhor entender, explicaremos a seguir os impactos da economia atual no mercado de imóveis e na valorização imobiliária. Sendo assim, continue a leitura e descubra por que investir em um imóvel, agora, é um bom negócio!

Rendimento imobiliário na última década

Entre os anos de 2009 e 2019, a Abrainc, Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, estima que o investimento em imóveis tenha rendido, em média, 15,3% ao ano. O valor é a soma da valorização dos imóveis (9,4% ao ano) e do retorno médio com aluguel (5,9% ao ano).

Durante tal década, houve variações no percentual da valorização imobiliária. De 2009 a 2014, por exemplo, houve uma expansão do mercado imobiliário e a valorização anual quase atingiu 25% sobre preço de compra. Em 2015, esse valor começou a cair, chegando a atingir patamares negativos em 2017. Desde então, esperava-se uma recuperação do setor.

Entre os anos de 2018 e 2019, a valorização começou a apresentar uma tendência de recuperação, mas as grandes expectativas estão neste ano de 2020, principalmente, devido ao atual cenário da economia brasileira. 

O atual cenário do mercado imobiliário

Um conjunto de fatores positivos tem colaborado para o crescimento do mercado imobiliário em 2020. Dentre eles vamos destacar dois principais: a redução história na taxa Selic e a demanda e oferta do setor.

Em agosto deste ano, o COPOM (Comitê de Política Monetária) definiu a Selic em 2% ao ano – menor taxa da história do país. Como resultado, o investimento em imóveis fica mais atrativo e vantajoso tanto em condições de pagamento quanto a rendimento financeiro. 

Com a taxa de juros em baixa, o preço total para aquisição de um imóvel é menor, levando em conta os juros do financiamento. Além disso, o valor dos imóveis ainda está em baixa e o acesso a crédito bancário está facilitado. Isso significa que é o momento certo para fazer a compra, ainda mais com grandes expectativas de retomada econômica. Com a recuperação, a demanda será maior e o imóvel estará mais valorizado.

Ademais, a queda da taxa Selic influencia no valor de remuneração de outros tipos de investimentos, que com a taxa em baixa, chegam a atingir rendimentos negativos. Por isso, investimentos no tesouro Selic, renda fixa e na caderneta de poupança podem resultar em perda de dinheiro.

Outro ponto importante é o déficit habitacional no país. A grande demanda do setor tem permitido, mesmo na crise, o desenvolvimento do mercado imobiliário. Com o financiamento mais acessível, muitas pessoas conseguem comprar imóveis e, quem já podia comprar, agora consegue fazer um investimento ainda maior.

A crescente valorização imobiliária

As expectativas são que, para esta década, o rendimento imobiliário atinja um percentual similar ao que foi visto nos últimos 10 anos. Isso porque os ativos reais tendem a se valorizar com juros baixos, portanto, é esperada uma valorização dos imóveis compatível ao avanço da Selic. Para margem, segundo o Índice FipeZap, o investimento em imóvel na última década foi tão lucrativo quanto à aplicação em outros investimentos, como no CDI, por exemplo.

A expectativa é que haja uma combinação entre a melhora nos empregos e a manutenção dos juros baixos. Como resultado, o mercado de imóveis deverá se expandir e a valorização imobiliária continuará em curva ascendente.

Ah! Leia também 7 dicas valiosas para valorizar seu imóvel para venda.

O que avaliar antes de investir em um imóvel?

Se você chegou até aqui, com certeza já entendeu que investir em um imóvel agora vale muito a pena. Mas, o que avaliar na hora da compra?

Antes de adquirir um imóvel é preciso estudar quais são seus objetivos com o investimento e quais são as expectativas com a compra. O próximo passo é fazer uma lista com as principais necessidades que o apartamento/casa devem atender. 

A dica fundamental é se atentar à localização e ao padrão de vida almejado pela família. Com as melhores condições para compra, é válido investir em um apartamento mais luxuoso que possa proporcionar momentos ainda melhores. A localização também é algo faz toda a diferença. Invista em um imóvel que te deixe perto de tudo que precisa e, se possível, próximo  do mar. 

Dessa forma, a valorização imobiliária e a qualidade de vida dos moradores serão ainda maiores. Não é à toa que Florianópolis é hoje um dos destinos mais procurados para compra de imóveis no Brasil e no mundo. Segundo o Telegraph, a capital de Santa Catarina está no TOP 20 dos melhores lugares do mundo para se investir em um imóvel.

Ah! A cidade também foi eleita, pela Tourist Maker, como a melhor cidade para se viver na América do Sul. Incrível, né? Entre em contato com o time de especialistas da CFL Imóveis e conheça algumas opções de imóveis dos sonhos em Florianópolis.